O verão acarreta consigo a importância de redobrar os cuidados tidos para com a pele de uma forma responsável, evitando assim aspetos como o envelhecimento precoce, as queimaduras, a desidratação, ou outro tipo de agressões associadas à exposição solar.

Enquanto fonte de produção de Vitamina D para o corpo humano, a absorção dos raios solares revela-se indispensável no combate a condições como o acne e a psoríase, ativando ainda as defesas do corpo com o intuito de fortalecer toda a sua estrutura óssea.

Contudo, devemos ter em consideração o facto de que uma exposição ao sol feita de forma excessiva e desprotegida apresenta também alguns riscos para a saúde, nomeadamente a nível dermatológico.

Seguem-se agora alguns dos cuidados de pele que deverão estar presentes na sua rotina diária, por forma a exibir um bronzeado invejável, mas acima de tudo uma pele saudável e resplandecente.

 

Utilizar protetor solar diariamente

Quando realizada de uma forma recorrente, esta prática tende a evitar situações em que a pele se apresente ressequida, contribuindo também para a prevenção contra o envelhecimento precoce e o desenvolvimento de doenças de foro dermatológico, como é o caso do cancro de pele. Deste modo, a utilização de um protetor solar na área da pele revela-se fundamental, devendo este ser aplicado uniformemente em toda a extensão da epiderme, ainda que a pessoa não se encontre diretamente exposta ao sol.

Perante um ambiente de praia ou piscina, é recomendado que a aplicação do protetor solar seja feita entre 20 a 30 minutos antes do momento de exposição solar, reforçando posteriormente a sua aplicação a cada 3 horas.

 

Hidratar o rosto através de uma loção adequada ao seu tipo de pele

Outro dos efeitos associados à exposição solar diz respeito ao facto de a pele muitas vezes apresentar um aspeto seco e sem brilho, podendo inclusive evidenciar áreas de escamação. O segredo para combater a desidratação da pele passa por recorrer a fórmulas hidratantes, em especial na área do corpo, uma vez que este tipo de produtos tende a criar uma camada de proteção cutânea à superfície, mantendo os níveis de hidratação da pele ativos durante mais tempo.

Também o rosto deverá ser comtemplado neste processo de hidratação, dado que é uma das áreas do corpo onde a camada da pele é mais fina e sensível, sendo essencial recorrer a uma loção adequada às necessidades da sua pele.

 

Evitar a exposição direta ao ar condicionado

Ainda que os sistemas de ar condicionado proporcionem uma agradável sensação de frescura nos dias mais quentes, a verdade é que também estes apresentam alguns efeitos prejudiciais para a pele, que tendem a refletir-se em aspetos como a vermelhidão, a comichão, o envelhecimento celular, a descamação, a perda dos níveis de oleosidade natural da pele, entre outros.

Tudo isto se deve ao facto de este tipo de sistemas retirar a humidade característica dos ambientes em que se inserem, dando lugar a uma vaga de ar seco e frio, responsável pelo ressecar da pele. Outro dos aspetos a ter em conta está relacionado com o facto de os filtros dos ares condicionados absorverem partículas de sujidade, podendo dar-se o caso de poluírem o ambiente durante o seu funcionamento, levando a que a pele absorva também estas partículas.

Por essa razão, deverá evitar a exposição direta a este tipo de dispositivos, utilizando ainda produtos faciais cuja composição apresente ingredientes ativos no combate à poluição.

 

Reduzir a quantidade de maquilhagem utilizada diariamente

Uma rotina de pele cuidada e saudável depende ainda daquela que é a rotina diária de cada mulher, em particular da quantidade de maquilhagem aplicada sobre o rosto durante o processo. Ainda que esta aplicação tenha por base os produtos mais indicados de acordo com as necessidades da pele, a verdade é que a maquilhagem acaba por criar uma camada que tende a obstruir os poros, podendo evidenciar condições como o acne e sinais de envelhecimento celular.

Deste modo, recomendamos que faça uma pausa da sua rotina diária de maquilhagem, permitindo assim que a pele respire de uma forma equilibrada e natural.

 

Evitar a exposição solar nas horas de maior calor

A exposição solar decorrente entre as 10h e as 16h revela-se desaconselhada, uma vez que os riscos para a saúde cutânea são maiores nesse intervalo de tempo. Posto isto, e por forma a evitar consequências como as queimaduras na pele e as insolações, deverá manter-se à sombra, utilizando um protetor solar com o índice de proteção mais adequado às suas necessidades, apostando ainda na utilização de óculos de sol e roupa clara.

 

Optar por uma alimentação à base de frutas e legumes

Uma manutenção cuidada da pele no decorrer do verão passa também por um equilíbrio a nível alimentar, sendo que o consumo de carnes deverá ser reduzido, optando por outro tipo de alimentos, como é o caso das frutas, das verduras e de produtos alimentares ricos em antioxidantes, fundamentais para a prevenção de aspetos como a degeneração celular, estimulando também o fluxo sanguíneo da pele.

As vitaminas A, B, C e E são apenas algumas das mais importantes para o correto funcionamento do nosso corpo a nível celular, estando presente em alimentos como o leite, os ovos, o peixe, os tomates, os frutos secos e em frutas como a laranja, o pêssego, o ananás e o kiwi.

 

Neste sentido, a manutenção de uma pele saudável passa por um sem fim de fatores que, em conjunto, atua na prevenção de condições como o envelhecimento precoce a nível celular, a desidratação causada pelas mudanças repentinas de temperatura, a descamação e a perda dos níveis naturais de oleosidade da pele.

Durante este verão, não hesite nem por um momento e proteja a sua pele em todos os momentos, desfrutando dos benefícios associados à exposição solar de uma forma responsável.

 

 

 

Partilhe nas redes sociais